quarta-feira, setembro 07, 2005

Consciência ecológica

O EcoPonto da rua costuma estar sempre a transbordar. Frequentemente, o passeio fica obstruído com todo o material que já não cabe nos contentores, obrigando os transeuntes a mais uma das muitas incursões no alcatrão – traço tão tipicamente lisboeta. Das duas, uma: ou os moradores neste local têm uma consciência ecológica acima da média, ou são os serviços de recolha que registam um claro défice.

3 Comments:

At 12:39 da tarde, Blogger TR said...

nas ruas transversais à minha existem vários eco-pontos e acontece com frequência ter de fazer um longo percurso, à procura de um que esteja mais desafogado.É verdade. Mas o que mais me irrita, muito embora me irrite imenso que não façam uma recolha mais frequente, sendo que aqueles eco-pontos estão sempre cheios, dizia que o que me irrita é que a generalidade do lixo que lá está deixado, quer dentro quer fora, denota que a generalidade das pessoas não vai lá pô-lo por qualquer sentido ecológico que possuam...

 
At 12:49 da tarde, Blogger Miguel said...

Por acaso, este a que me refiro costuma estar apinhado de material efectivamente reciclável. Mas conheço N casos que funcionam como meros depósitos de lixo indiferenciado. Não duvido que o grau de consciência ecológica ainda seja, de uma forma geral, bastante baixo. Afinal, ainda é comum ver saltar lixo de carros em andamento...

 
At 7:22 da manhã, Anonymous Anónimo said...

That's a great story. Waiting for more. »

 

Enviar um comentário

<< Home