terça-feira, agosto 23, 2005

E esponencialmente? Em que sítios do país se escreve isso?

Tinha de ser. Estou a ser deselegante, o Vital Moreira até pode ter razão nas queixas que tem feito, mas tinha de ser. Já não há paciência para ler mais posts sobre o lisboetês.
Talvez seja de mim, que gosto de sotaques.

Adenda: O lapso foi emendado e este post deixou de fazer sentido. Assim sendo, recomenda-se vivamente um passeio retemperador até Mortlake Terrace, que fica um pouco mais acima.

11 Comments:

At 2:29 da tarde, Anonymous jpt said...

MS este post é pura maldade.

eu quanto ao lisboetês que inundou a blogosfera continuo a resmungar os preconceitos sociológicos que lhe estão na base, por mais irritantes que sejam os falares televisivos (E mais à mão de semear para uma opção minimal de continuidade crítica) - vontade de postar não me faltaria mas veto-me, em determinada por ali faltou um mea culpa, ou um "culpa nossa". Talvez então questão de mero sotaque.

 
At 3:02 da tarde, Blogger Miguel said...

É mau. É de mau tom e bastante deselegante, admito. Só que eu até era daqueles que sintonizava a NTV, agora RTPN, com prazer por ouvir muitos b’s por v’s e muita vogal aberta. E se eu estou disposto a admitir que no Norte do país o fonema V praticamente não existe, tenho de ser coerente e admitir particularismos de linguagem igualmente em Lisboa. E que não se envergonhem e possam ter expressão pública. O sotaque, do meu ponto de vista, não é erro; é riqueza. Afinal, acima de tudo, isto é uma questão de fonética.
Talvez seja melindre mal digerido e mal dirigido. Talvez nunca publicasse este texto se não me tivesse aborrecido com outras coisas. Talvez me tenha excedido e me venha a arrepender de o ter feito. Mas, para já, a quente, ainda não.

 
At 6:25 da tarde, Anonymous jpt said...

bem, uma coisa é a diversidade de sotaques e a sua irredutível legitimidade. Outra coisa é a o sotaque televisivo - ou seja aqui está o centro da questão: deve-se advogar que a TV seja enunciadora de um sotaque correcto? Houve ideias que sim (a velha e fradesca ideia de que em Coimbra é que se fala o bom português), hoje será talvez mais questionável aceitar a ideia de um sotaque correcto; e a de um "optimismo pedagógico" televisivo.
Para mais há a questão das mutabilidades dos sotaques - e a questão do lisboetês passa por aí, claro. Se a população mudou radicalmente como manter a ideia de um alfacinha (tão notório e audível - e para mim delicioso)
Mas outra coisa também é a da adopção de um sotaque por estratégias sociais, talvez de ascensão, talvez de integração, e aí também se calhar o sotaque neo-burgu~es de lisboa,comedor de sílabas seja exemplo (isto é coisa de lisboeta, não alfacinha, filho de portuense não tripeiro: "zé,não comas as palavras", foi assim que cresci).

Muito para além disso, e se calhar meu mau feitio, o Causa Nossa foi muito mal, em minha opinião, com a absurda deselegância da Ana Gomes, aquela boca anti-semita: e sopraram, nem ela nem colegas, bastava um "foi uma parvoíce" e era coisa pouca. Mas assim denota um olhar de cima absurdo. Donde de impraticável discussão e argumentação - se não discuto com quem manda bocas aos pretos para quê fazê-lo com quem manda bocas aos antecedentes judaicos (e depois, se calhar, manda bocas às "chinesices" do jardim=). Minha borda fora, ainda que esta bem modesta

Agora já sabe, quando lhe vier um erro (ou mesmo mera gralha) alguém estará a rir e a cobrar. Que isto do erro ortográfico calha a todos

 
At 6:25 da tarde, Anonymous jpt said...

bem, uma coisa é a diversidade de sotaques e a sua irredutível legitimidade. Outra coisa é a o sotaque televisivo - ou seja aqui está o centro da questão: deve-se advogar que a TV seja enunciadora de um sotaque correcto? Houve ideias que sim (a velha e fradesca ideia de que em Coimbra é que se fala o bom português), hoje será talvez mais questionável aceitar a ideia de um sotaque correcto; e a de um "optimismo pedagógico" televisivo.
Para mais há a questão das mutabilidades dos sotaques - e a questão do lisboetês passa por aí, claro. Se a população mudou radicalmente como manter a ideia de um alfacinha (tão notório e audível - e para mim delicioso)
Mas outra coisa também é a da adopção de um sotaque por estratégias sociais, talvez de ascensão, talvez de integração, e aí também se calhar o sotaque neo-burgu~es de lisboa,comedor de sílabas seja exemplo (isto é coisa de lisboeta, não alfacinha, filho de portuense não tripeiro: "zé,não comas as palavras", foi assim que cresci).

Muito para além disso, e se calhar meu mau feitio, o Causa Nossa foi muito mal, em minha opinião, com a absurda deselegância da Ana Gomes, aquela boca anti-semita: e sopraram, nem ela nem colegas, bastava um "foi uma parvoíce" e era coisa pouca. Mas assim denota um olhar de cima absurdo. Donde de impraticável discussão e argumentação - se não discuto com quem manda bocas aos pretos para quê fazê-lo com quem manda bocas aos antecedentes judaicos (e depois, se calhar, manda bocas às "chinesices" do jardim=). Minha borda fora, ainda que esta bem modesta

Agora já sabe, quando lhe vier um erro (ou mesmo mera gralha) alguém estará a rir e a cobrar. Que isto do erro ortográfico calha a todos

 
At 11:44 da tarde, Blogger Miguel said...

Estou consciente disso, JPT. Sei que com um post destes me ponho a jeito. E também sei que o "esponencialmente" do Vital Moreira é lapso. Se achasse que tinha sido erro certamente não conseguiria atirá-lo à cara de quem o escreveu (quem quer que fosse).

 
At 12:08 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Caro Miguel, não seja assim para o Vital Moreira. Afinal, ele leu o seu post e já meteu o "x" no lugar do "s". O que exemplifica bem a humildade autocrítica do "coimbrês". Sugiro que reconheça isso porque, para vergonha, já basta assim. João Tunes

 
At 9:39 da manhã, Blogger Miguel said...

Caro João, não sei se o Vital Moreira leu este post ou não. Estou mais convencido de que se apercebeu do lapso e o corrigiu. Este post deixou de fazer sentido.

 
At 3:58 da tarde, Blogger Roberto Iza Valdes said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 
At 5:36 da tarde, Blogger Roberto Iza Valdes said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 
At 2:18 da tarde, Anonymous Anónimo said...

best regards, nice info » »

 
At 5:52 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Best regards from NY! » »

 

Enviar um comentário

<< Home