terça-feira, agosto 23, 2005

Iberismo

Somos o terceiro país da UE a alimentar a imigração em Espanha. E ainda dizem que os portugueses não têm visão estratégica...

75 Comments:

At 12:08 da tarde, Anonymous sophisticated lady said...

"Com o Sócrates no Governo,
o Barroso na Comissão Europeia,
e o Guterres na "Comissão dos Refugiados"
- Nós fugimos para onde?"

Aceito sugestões...

 
At 2:23 da tarde, Blogger Miguel said...

Dizem maravilhas da Noruega e do Canadá, que reúnem a vantagem de não se encontrar sob a alçada de nenhum dos nossos "famosos emigrados".

 
At 5:18 da tarde, Blogger TR said...

obrigada!! estou a pensar...

 
At 8:25 da manhã, Anonymous Anónimo said...

fugimos para Badajoz.

 
At 8:26 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Nunca! Porque é que só pensam em fugir e abandonar a nossa querida nação!!!!! Têm muita sorte em ter nascido em Portugal, porque podiam ter nascido no Chade ou no Uganda... Viva Portugal!!!

 
At 8:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Perdoem-me o erro, porque escrevi no comentário anterior"ter" e o termo correct é "terem"! E só mais uma coisa,se querem fugir para Badajoz, fiquem sabendo que os "nossos vizinhos" não são nossos amigos, e fazem sempre tudo com segundas intenções!!!!

 
At 7:43 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Viva a nação mais antiga da Europa, e quiçá do mundo!!!!!!! Viva Portugal, não ao Iberismo!!!!!!!!

 
At 7:45 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Viva a nação mais antiga da Europa,e quiçá do Mundo!!! Viva PORTUGAL, não ao iberismo!!!

 
At 7:48 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Viva a nação mais antiga da Europa e quiçá do Mundo! Viva PORTUGAL, não ao iberismo!!!!!!!!!!

 
At 11:54 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É tempo de percebermos que a divisão da Ibéria foi uma estratégia alimentada por grandes potências (Inglaterra e França sobretudo) para nos manter pequeninos e não lhes fazermos sombra...
Até quando continuaremos a alimentar os jogos políticos dos outros???...
TEMOS QUE SER NÓS A DECIDIR!

VIVA A IBÉRIA!!!

C.A.

 
At 9:15 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Não foram os ingleses nem os franceses que decidiram formar Portugal!!! NÓS é que nos quisemos livrar da miséria ligada ao iberismo!!! E só mais uma coisa,segundo a sua teoria, se Portugal só nasceu devido a influências estrangeiras, então porque é que a Galiza, a Catalunha, as Astúrias não são independentes?????????

 
At 11:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Ainda nem os ingleses existiam e nós já eramos uma nação!!! Logo nunca poderiam ter influenciado na nossa formação! Além do mais, antes da nossa Catarina de Bragança ter ido para Inglaterra os ingleses não passavam de pobres javardos, logo nunca seriam uma potência!!!! Quanto à França, essa na altura significava zero! Viva Portugal!

 
At 10:45 da tarde, Anonymous Anónimo said...

iberismo é igual a cobardia política! É deixarmos que os espanhois resolvam os nossos problemas! É a preguiça de agir e de reformar o país, deixando essas tarefas para os espanhois! É o comodísmo no seu melhor...

 
At 12:41 da manhã, Anonymous Anónimo said...

É por termos políticos iberistas, e nada nacionalistas, que Portugal está mergulhado numa crise profunda!! Só com nacionalismo se atinge o desenvolvimento!!! Exemplos concretos: Japão, Alemanha,Inglaterra,Itália,Canadá, França,Suécia,Islândia...

 
At 1:06 da manhã, Anonymous Anónimo said...

O/a senhor(a) que disse que Portugal foi formado pelos estrangeiros, não sei se pensou bem no que disse!? Eu tento imaginar essa situação(ridícula), em que os ingleses subornam o D. Afonso Henriques para formar um reino à sua escolha! Dizem assim: -Oh Afonsinho! Queres formar um reino, em troca de umas moeditas e de sermos teus aliados?

 
At 1:19 da tarde, Anonymous Anónimo said...

a nossa siyuação actual deve-se ao facto seguinte: Espanha conseguiu desmembrar,aniquilar e exterminar todas as estruturas nacionails de Norte a Sul do país e no estrangeiro!!! Conseguiu abafar Portugal!!!!

 
At 1:19 da tarde, Anonymous Anónimo said...

a nossa siyuação actual deve-se ao facto seguinte: Espanha conseguiu desmembrar,aniquilar e exterminar todas as estruturas nacionails de Norte a Sul do país e no estrangeiro!!! Conseguiu abafar Portugal!!!!

 
At 6:13 da tarde, Anonymous Anónimo said...

concordo com o comentário que diz que os ingleses nunca poderiam ter induzido na formação de Portugal! Eles de facto, eram uns selvagens analfetos, era a corte mais imunda da Europa!!!! E se os ingleses queriam que nós não fizéssemos sombra, como diz aquele comentário, na realidade,nós é que fizémos sombra a todas as nações europeias, durante 2 séculos(XIV e XV)!!

 
At 6:15 da tarde, Anonymous Anónimo said...

desculpem o erro analfetos correspondia a analfabetos

 
At 10:07 da tarde, Anonymous Anónimo said...

os iberistas não têm direito a este feriado que vwm!!! Trabalhem!!!

 
At 6:44 da tarde, Anonymous Anónimo said...

onde estaríamos nós se não fosse este feriado?? Na miséria...

 
At 6:05 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Era só para recordar os tempos da dinastia filipina... Lembram-se? Se não, eu recordo-vos: Aumento de impostos; aumento do número de inimigos; degradação das nossas colónias; as receitas da nossa economia a financiar as batalhas espanholas, com os seus vários inimigos... Era só para recordar...

 
At 9:59 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Where did you find it? Interesting read patanol eyes Water beds 23 patanol cds Free cheap nexium Pharmacy and adipex and phentermine Problems advertising gambling portal Decks patios driveways springboro ohio Lexi lexington Oral sex instructional How people view people with breast implants

 
At 1:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Keep up the good work film editing classes

 
At 7:12 da manhã, Anonymous Anónimo said...

A espanha sempre foi superior a portugal mesmo nao seria masi isso que nos traria areputaçao deixem a Espanha tomar conta, ela é rica poderosa,bonita e mais conhecida que portugal!!!!!!!
Viva a españa viva al iberilaismo!

 
At 11:24 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Ao longo da história foram vários os desejos e tentativas mútuas de unificação Ibérica, que nunca interessaram às outras potências estrangeiras, em especial à Inglaterra que se sentiu ameaçada c/ a armada invencível. Do ponto de vista humano, não existiriam portugueses nem espanhóis, mas uma cidadania comum ibérica. Do ponto de vista enconómico teríamos um país c/ dimensões populacionais, geográficas e de PIB a par de outras grandes nações europeias (seríamos a 7ª maior economia a nível de PIB). Quanto à diferenças entre Portugueses e Espanhóis, são as que podem distinguir um Algarvio de um Minhoto. Atente-se que em Espanha se falam 3 línguas.

 
At 2:28 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É por termos esses pensamentos iberistas, que não saímos do fosso onde estamos!
Será difícil perceber, que nós temos uma identidade própria?!? A Gastronomia, a Língua, os Costumes... Somos a Nação mais antiga do Mundo ( mais ou menos 850 anos de indepedência). Não percebem que os espanhoís alimentam o iberismo, porque querem deitar a mão aos nossos recursos ( azeite, sardinha,cortiça,indústria metalúrgica...) è por sermos pouco nacionalistas que nos encontramos nesta situação! Estamos sempre a queixarmo-nos de tudo, mas esquecemo-nos que estamos nos 30 países mais ricos do Mundo ( existem mais de 200 países).

 
At 5:40 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Se gostam assim tanto desse país, que não é bem país(refiro-me à Espanha, obviamente), então vão!! Força, Começem a fazer as malas, mas depois não venham pedir apoio aos consulados portugueses, porque estão a ser explorados como cães, como aconteceu/acontece a muitos portugueses, que preferem sair, a ficar.

 
At 2:05 da tarde, Anonymous Anónimo said...

"Quanto à diferenças entre Portugueses e Espanhóis, são as que podem distinguir um Algarvio de um Minhoto"
Este comentário merece ser analisado. Será mesmo assim, como diz o comentário?? O que foi dito neste excerto é uma barbaridade... Sugiro que este senhor(a) vá a Madride, ou a outra aldeia espanhola(aquilo nem se pode chamar cidade), para comprovar o que defende. Eu já fui à aldeia de Sevilha, e não achei nada similar a cultura portuguesa e a espanhola.

 
At 4:49 da tarde, Anonymous Jorge Pais said...

"Iberismo é igual a cobardia política! É deixarmos que os espanhois resolvam os nossos problemas! É a preguiça de agir e de reformar o país, deixando essas tarefas para os espanhois! É o comodísmo no seu melhor..." Concordo em absoluto com este comentário deixado aqui. De facto é de lamentar que o espírito lusitano se encontre de rastos. Alguns dizem que querem a união com Espanha porque querem melhores salários, estradas sem portagens, produtos, entre os quais a gasolina, mais baratos... Correcto, é verdade que isto se verifica no país vizinho, e é uma vantagem em relação a nós, mas pergunto eu: se Espanha anexasse Portugal, eventualmente o preço da gasolina - inflaccionada em Portugal pela política fiscal - desceria, mas será que os trabalhadores da nova provínica passariam automaticamente a ganhar melhores salários? Ou não será que diriam ao português: "Quieres diñero, trabaja más!" (não estou a dizer que em Portugal se trabalhe pouco, mas então é que o caldo ficava entornado para muita gente). Pergunto também porque há tantos médicos espanhois em Portugal. Será que não haveria condições para eles ficarem em Espanha (país de melhores salários)? Pelos vistos não. Para finalizar, realmente cada vez mais me incomoda ouvir "portugueses" pedir a anexação a Espanha. Faz-me lembrar aquela do filho que vai pedir alguma coisa ao Pai, e após uma nega, tenta pedi-la ao Avô. O pior é se ele também está de corte! Ao invês, o que esse filho deve fazer é o que todos os filhos tentam fazer: conseguir a autodeterminação! Caramba, somos uma nação com mais de 800 anos de História e agora, por causa de uma situação conjuuntural, vamos deitar tudo por água abaixo? Espero que não! Para finalizar: Se de hoje para amanhã Espanha se afundar - há possibilidades - e ficar em pior situação que Portugal, quero ver se os iberistas mantêm o discurso ou, até, se se mantêm em número!...

 
At 11:24 da tarde, Anonymous Portugal said...

O iberismo é um movimento para pessoas que IGNORAM a História de 900 anos de independência de Portugal; São pessoas que não respeitam as diferenças culturais entre portugueses e espanhoís; São pessoas que não olham a meios para atingir os fins; São pessoas que não têm qualquer credibilidade nos seus argumentos históricos. Tudo isto para quê?
Para receber mais no final do mês e falar um dialecto algo medíocre, como o espanhol...

 
At 1:16 da manhã, Anonymous Anónimo said...

É triste, mas é verdade, que os portugueses optam sempre pelo facilitísmo... Se querem um país melhor, TRABALHEM PARA ISSO!!!! Não é cá com uniões idiotas entre dois países que SEMPRE foram rivais, que se resolve o problema! Deixem os espanhois no seu cantinho, que nós cá ficamos no nosso em sossêgo.

 
At 9:40 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Os iberistas deviam ser internadon num hospital psiquiátrico. Nunca vi tanta insanidade mental... Curem-se!

 
At 1:19 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Só quero que os iberistas deste fórum me respondam a esta pergunta: Se a união ibérica é assim tão vantajosa, porque é que a maioria dos bascos quer ser independente?; porque é que os catalães não gostam de ser chamados espanhois?; porque é que os galegos preferiam estar unidos a Portugal do que a Espanha? Vocês têm a noção que, se Portugal for absorvido pela Espanha, vai acontecer a mesma coisa? Não percebem que os espanhois são uns imperialistas desgraçados, que só querem dominar tudo e todos! E vocês são os "fantoches" deles. Abram os olhos!!!!! Os espanhois estão há 900 anos a tentar dominar Portugal! Vejam só como ewles são gananciosos!!!

 
At 11:42 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É curioso... As pessoas acham que a união ibérica é a solução de todos os problems, mas esquecem-se que foi justamente com uma união ibérica (dinastia filipina) que começou o declínio do Império Português, que nos causou graves problemas económicos nos anos seguintes.

 
At 12:20 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Gloriosa Nação Portuguesa, não te deixais ir abaixo!!! Depois da Tempestade vem a Bonança!!!

 
At 3:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

-Eu, gostava que me explicassem o que é a Espanha?
-Se existe alguma nação espanhola?
-E que língua é essa que chamam de espanhol?
-Viva a Catalunha, livre e soberana.

 
At 7:58 da tarde, Anonymous Anónimo said...

A Catalunha é a ponta do icebergue...
Viva Galiza independente!
Viva Euskadi independente!
Viva Andaluzia independente!
Viva Astúrias independente!
Espanha não passa, afinal, de um monte de estados oprimidos por castela.

 
At 8:22 da tarde, Anonymous Alberto said...

Os iberistas são a razão do atraso de Portugal. Nunca pensam no próprio país, só pensam em encher os bolsos. Até vendiam a própria mãe, se isso lhes desse dinheirinho. Tenham vergonha! Para estes desterrados, a única coisa que valorizam é a luxúria, desprezando toda a cultura e Língua de um país.

 
At 12:14 da manhã, Anonymous Anónimo said...

vive portugal nas suas fronteiras
nao vamos esquecer 900 anos por ideias utopicas O MEU SONHO SERIA UMA UNIAO COM OS PAIS LUSOFONOS ANGOLA/MOCAMBIQUE/CABO VERDE/TIMOR ETC...

 
At 12:29 da manhã, Blogger abilio said...

SOMOS A NACAO MAIS ANTIGA DA EUROPA E TALVEZ DO MUNDO !
BREVEMENTE VAMOS FESTEJAR OS SEUS 900 ANOS.
AS NOSSAS FRONTEIRAS SAO AS MAIS VELHAS !!! ESTAMOS UNIDOS A EUROPA.
PARA QUE CARALHO A UNIAO COM A ESPANHA ? NEM PENSAR.

SERIA MAIS A FAVOR POR UMA UNIAO COM OS PAISES QUE FALAM A MESMA LINGUA QUE NOS : ANGOLA/MOCAMBIQUE/CABO VERDE/TIMOR ETC...

NAO QUERO UNIAO COM ESPANHA

 
At 4:20 da tarde, Anonymous Fernando said...

Enquanto tivermos governantes iberistas, a desviar fundos para madrid, temos uma tarefa difícil à nossa frente. Vai ter de ser novamente o povo a correr com a "nova Nobreza" que é conspiradora contra a Nação mais velha da Europa.
Lembrem-se amigos patriotas:
Nunca comprem produtos espanhóis
Recusem-se a aprender castelhano (apesar dos incentivos que os nossos governantes dão)
Não entrem em suprefícies comerciais espanholas, como o El Corte Inglés, Telepizza ou Zara.
Não sejam clientes de bancos espanhois, como o Santander ou o BBVA!
LUTEMOS POR PORTUGAL!!!

 
At 4:02 da manhã, Anonymous Joao EU céptico said...

Quem quer a união ibérica que vá viver para Espanha.
Quem quer Portugal independente (português ou estrangeiro - africano, espanhol, brasileiro, ucraniano), que fique cá!

Iberismo Nunca! Estou disposto a dar a vida pela independência de Portugal!
Fora com esta classe política corrompida pelos espanhois, que tomam medidas económicas que prejudicam a competitividade da economia portuguesa!

Portugal precisa de medidas económicas e fiscais que tornem o país mais competitivo que Espanha. Precisamos de reduzir o IRC para 10%, e acabar com ele a seguir. Precisamos de ter 2 centrais nucleares.
Precisamos de ter industria naval, marinha mercante, frota pesqueira.
Precisamos de ter empresas tecnológicas cá implantadas com IRC muito baixo, e com os melhores técnicos do mundo.

Assim poderemos manter a independência de Portugal. Os sucessivos governos recusam-se a tomar estas medidas (em muitos casos a UE corrupta também proibe).
Fora com esta classe política! Fora com a UE! Não ao Iberísmo!

Olhemos para regiões e países como Singapura, Coreia do Sul, Bermuda (estremamente isolado no Atlântico e com um nível de vida 50% superior ao dos EUA), Islândia, Noruega, Suiça, Irlanda (reduziu o IRC para 10% no inicio dos anos 90 e começou a crescer 10% ao ano. Antes era tão pobre como Portugal e estava na bancarrota)

 
At 10:33 da manhã, Blogger Antonio Oliveira said...

É triste ver como aqui alguns portugueses argumentam factos históricos, como a criação de Portugal, o domínio Filipino, etc. para justificarem o "não" à união ibérica...
Factos históricos, ultrapassados, sem qualquer contexto actual!!!
Infelizmente vai ser muito difícil vingar-mos no futuro! Todos sabem disso! Uma união com a Espanha não significa vender o país, tradições, cultura, língua, etc... Quem pensava que teríamos obrigatóriamente de falar castelhano e mudar alguns constumes à força com um eventual "domínio" espanhol?
Convivo com espanhóis quase todos os dias e, por vezes, prefiro estes aos portugueses... A mentalidade tacanha que varre norte a sul do país e desolante...
No estrangeiro, os portugueses são vistos como um povo de baixo nível... Ignorantes, malcriados, mas como trabalham mais ou menos, os povos do centro europeu fecham um pouco os olhos... é verdade!
Falam do "poder" de Madrid e esquecem-se o quanto são comidos pela "escumalha" política de Lisboa!!! Estes enganam esta população esmagadoramente tacanha com uma facilidade impressionante... Não acontece nos países centro europeus... Nem pensar! Mas aqui, enfim!
Meus amigos, eu infelizmente não tenho orgulho na Europa de ser Português!!
A união ibérica iria prejudicar muito a classe política, isso sim, e acredito que seja essa escumalha a ter muito a perder... eram varridos imediatamente da cena política.
Empresários caloteiros, ladrões, que justificam a crise para pagar menos, sugando o dinheiro para altos luxos, teriam os dias contados...
Muitas mais coisas seriam limpas neste país... a função pública, o cancro!!!!
Bom, patriotas, continuem a ser tugas, vivam para o futebol e para o vinho, eu "estou de fora"!
Santa ignorância...

 
At 1:32 da manhã, Anonymous Antes morto que espanhol said...

"escumalha" política de onde?! Não entendi...
Lisboa?!
Que eu saiba, quem manda em Portugal desde há 30 anos é madrid, não é Lisboa!
Os dois principais partidos (PS e PSD) são ambos iberistas, portanto quem nos tem "comido" não é Lisboa, mas sim madrid...

 
At 9:54 da manhã, Blogger Antonio Oliveira said...

Este "antes morto que ser espanhol" é um ignorante! Mas como este existem milhares... Enfim, é o Portugal que temos! 70% ignorantes, mínimo! Aposto!
Acho que com a "hispânia" unida, o FCP perdia prestígio! Isso sim, deve ser um problema para milhares e milhares de labregos... Pinto da Costa, Valentins, e muitos outros corruptos nogentos, perderiam o "prestígio"... Isso éra mesmo um perigo!
Também sou português, mas vejo o espanhol, convivo, falo, sem diferenças... É igual!

 
At 9:17 da tarde, Anonymous Antes morto que espanhol said...

Ignorante é aquele que não percebe rigorosamente NADA de História. Caso o sr. antónio não tenha percebido, há povos diferentes no Mundo... Não sei se já reparou nisso? são diferentes na sua cultura, Língua, tradições, etc...
Aposto que o senhor só é iberista, porque quer receber mais no final do mês. Eu sei que os tempos são difíceis, mas eu ponho os interesses do país à frente dos meus! E a isso, o sr. antónio chama ignorãncia. Chame-lhe o que quiser... para mim isso é civismo!

 
At 10:18 da tarde, Blogger Antonio Oliveira said...

Nem comento essa de receber mais ao fim do mês...
Fique lá com o garrafão do vinho, tradições, a História, etc.
Viver agarrado ao passado... História é passado...
Sabe porque foi formada, de um modo geral, a União Europeia... Pense!
Você não sai do tugal... Não vê, não observa... Viva Portugal, cada vez pior! Os históricos tacanhos, sempre a tradição...

 
At 2:19 da tarde, Anonymous antes morto que espanhol said...

Pois... eu na sua situação também me abststinha de comentários... Sabe que nos inquéritos de rua, os portugueses justificam o facto de serem iberistas devido à sua situação económica. Ou seja, mandam-se para o lixo 9 séculos de História para receber mais no final do mês! É nestas situações difíceis que o país mais precisa de nós e 28% dos portugueses (iberistas), covardemente, retiram-se, para não terem problemas...
É, como disse anteriormente um senhor neste fórum, o comodísmo no seu melhor.

 
At 6:10 da tarde, Blogger Antonio Oliveira said...

Ok, as situações económicas contam... Claro! O Iberismo, no meu ponto de vista, não é "receber mais ao fim do mês...". Imagine hoje a união e não sei como no mês seguinte seria aumentado...
Não, é uma ideal estratégico que teria como objectivo o desenvolvimento comum e um fortalecimento na Europa e no panorama mundial. Só a influência comum... Que acha?

 
At 11:32 da tarde, Anonymous antes morto que espanhol said...

Se não estiver em causa a nossa independência política, cultural, social e económica( a económica já está em causa), por mim, tudo bem. Agora, se falarmos em absorção de Portugal, eu estou categoricamente contra!
Mas, eu penso que as situações económicas de cada um, não podem justificar o desaparecimento de um país. Aínda por cima, Portugal não é um país qualquer... Portugal foi a primeira nação europeia a formar as suas fronteiras actuais. No século XII, portugal já era uma realidade política e cultural!
Portugal não é um país qualquer, é uma relíquia!

 
At 10:30 da tarde, Blogger Antonio Oliveira said...

Para o senhor "antes morto que espanhol", eis o meu contacto directo: antonio.m.o.pereira@gmail.com.
Pessoa impecável, dos bons, que gostaria imenso de corresponder...
Aqui fica o convite.

 
At 3:50 da tarde, Anonymous Joao EU céptico said...

Se as coisas funcionam mal em Portugal, cabe a nós próprios mudá-las em vez de sermos passívos. Noto que as pessoas que têm mais auto-flagelação em relação a Portugal são aquelas que apontam o seu próprio cú aos espanhois e aos europeus a pedirem para que sejam "salvos", aka, enterrados. E fazem tudo para que as coisas não funcionem em Portugal.

Espanha está agora em crise. Não compensa integrarmos em Espanha. Os ordenados aumentariam se fizessemos parte de Espanha? Se o ordenado mínimo em Espanha tem caracter federal, Sim, mas o desemprego aumentaria ainda mais. Vejam as regiões oeste de Espanha com o seu alto desemprego.

Depois a classe política de Lisboa está comprada pelos espanhois para que as coisas não funcionem correctamente em Portugal. Veja-se a construção de uma refinaria em Badajoz. Portugal tem um défice de refinação de combustíveis que se reflete no preços. Porquê? Está proibido pela UE de emitir dióxido de carbono (tem as mais baixas taxas de emissões da UE). Logo, as refinarias com o inerente desenvolvimento económico e postos de trabalho, são construídas em Espanha, junto à fronteira portuguesa.

Estamos a ser minados, Temos que correr com esta classe política Iberísta e pró-UE. Temos que transformar Portugal num país independente e liberal com impostos baixos (IRC). Gibraltar é mais um bom exemplo para Portugal. 99% dos Gibraltarianos não querem ser espanhois.

PORTUGAL INDEPENDENTE SEMPRE!

 
At 10:14 da tarde, Anonymous Joao EU céptico said...

Eu pergunto ao sr. António Oliveira quanto é que o governo espanhol lhe paga para convencer os portugueses a venderem a alma?

Este sr. é um exemplo da corrupção vinda de Espanha que já comprou toda a classe política portuguesa (PS, PSD e parte do PP).

Não venha com argumentos de auto-flagelação estilo tuga, futebol e garrafões de vinho. Faz lembrar os argumentos dos europeístas "uber alles".

Viva Portugal Independente Sempre!

 
At 8:32 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Meu nome é Anderson Muniz, não sou nem espanhol e nem portugues, nasci no brasil, mas sou fruto de algo verdadeiramente iberico.Sou um Soares, logo portugues e sou um Muniz logo um espanhol.Meu ancestrais lutaram a mais de 900 anos para espulsar os mouros da Ibéria, creio que naquele momento eles não se viram como portugueses e nem como espanhois, ja que naquele momento estes termos politicos não existiam, eles lutaram unidos como ibericos.Em todo o momento que a Ibéria esteve separada ela ai sim foi dominada, uma hora pelo Imperio romano, outra peos mulçomanos arabes, posteriormente pelo imperio frances porem quando esta esteve unida foi a mais poderosa potencia da terra, não estou me referindo as politicas de Filipe II, estou me referindo a união de uma grande nação.Agora atento para ourta questão historica.Imaginem os senhores se, por exemplo a Baviera fosse tão "nacionalista" que não se unice a Alemanha unificada?Não teriamos hoje um poderosos pais que os alemães tanto amam, ou se os Napolitanos fossem contra a Italia, mais uma bela nação não existiria em sua completude.Hoje quando um velho e grandiosos continente abandona as guerras e se une numa comunidade de nações fraternas ha ainda quem pense en separação? Imaginem meus amigos uma grande nação, com lusitanos, com castelhanos, com catalãos, galegos, bascos e etc...mas que acima de tudo fossem ibéricos, que rica e bela nação esta não seria?
Ao meu ver esse não é somente o caminho certo a seguir mas o mais altruista, mostrando ao mundo que as pquenas diferenças podem se unir em uma grande união fraterna!
Obrigado!

 
At 10:03 da tarde, Blogger Oliveira Pereira said...

Que se foda portugal!!! Terra de ciganos, os CIGANOS DA EUROPA!!!
DEPOIS DOS ALBANESES, E ALGUNS DO LESTE, VÊM OS PORTUGUESES, ISTO É EM 2º LUGAR DO RANKING DA ESCUMALHA EUROPEIA!!

 
At 6:29 da tarde, Anonymous Joao EU ceptico said...

Tretas. Os bavaros falam alemao. Nao tem lingua propria. Os austriacos falam alemao e sao independentes por motivos historicos. O mesmo se passa com Portugal.
Portugal e Portugal e Espanha e Espanha. Nao tenho nada contra casamentos mistos, que sempre existiram. Eu proprio tenho antepassados espanhois, assim como escoceses, judeus e ciganos.
Sou portugues tal como qualquer pessoa de qualquer raca que tenha nacionalidade portuguesa.

Quanto aos comentarios racistas: ciganos da Europa. Vai viver para a Repuiblica Checa, Hungria ou Bulgaria onde te odeiam, cigano. Es um idiota!!!!! Portugal esta cheio de idiotas como tu, que sim, devem serem exportados para Espanha.
Que venham todas as pessoas inteligentes para Portugal, para que facamos um pais novo, fora da UE, e com IRC baixo. Um pais rico portanto.

 
At 1:41 da tarde, Blogger Oliveira Pereira said...

Oh "Céptico" vai chamar cigano à puta que te pariu!!!
Si, são ciganos da Europa!!!
Deves andar a sonhar com ladrões quando falas em "inteligentes" e "exportações"!!!
Não passas mais de uma das tantas merdas que é só léria e nem sais do TUGAL!!!
Olha pá, eu vivo na Europa à muitos anos... Convivi e convivo com muita gente além tugas!! Queres ensinar-me como são "vistos" os tugas por aqui? Queres??? Calhau do caralho!!
Corruptos, vigaristas e ladrões, entre outros. Até os espanhóis já ficam com um pé atrás... Olha que merda eventualmente se uniria a Grande Espanha...

 
At 2:36 da tarde, Anonymous Joao eu céptico said...

Nao me consegues ofender e isso deixa-te lixado. he he he
Em muitos casos é verdade. Eu vivo em Portugal e noutro país da Europa. Aqui em Portugal, a verdade é tabu. Ha corrupçao e falta de transparencia. O sistema está montado para não funcionar.
Muitas vezes a corrupçao vem de fora. Sao outros países Europeus a apreveitarem-se da situação. É muito fácil corromper um país como Portugal. Basta umas boas doses de dinheiro + umas mulheres louras. 'E assim que a Europa consegue enriquecer, corrompendo os países do 3º mundo.

Sendo assim, o sistema tem que mudar. As pessoas têm que ser mais determinadas e mudar o sistema.
Tem de haver mais transparência, menos IRC, centrais nucleares. Temos que deixar a UE corrupta e asfixiante para Portugal.
Nao é pedir aos espanhois que nos venham salvar. Isso é ridiculo.

De qualquer forma, usar comentários racistas para nos envergonhar é uma das piores asneiras que os portugueses fazem a si próprios.
Com as restriçoes que a UE impõe a Portugal, até muitos Europeus nos chamam de otários.
Nos seus países, se a UE impusesse quotas tão baixas de CO2, haveria motins.
Os portugueses comem-se uns aos outros de inveja (veja-se o teu caso). Os europeus riem-se de nós e aproveitam-se.

Sei que ha muitos Portugas a fazerem porcaria. Mas tambem o ha de outros paises. "Eu gosto mesmo" quando filhos-da-puta europeus veem a Portugal, com as suas paranoias nazis e as suas frustraçoes demonstradas atravez de racismo.
Ja conheci alguns que foram parar às urgências do hospital por causa disso. E acho que foi muito bem feito. he he he!

 
At 2:38 da tarde, Anonymous Joao EU céptico said...

Oliveira Preira: És um cigano não assumido e frustrado. ha ha ha!

CIGANO!

 
At 1:44 da manhã, Anonymous Cozido à Portuguesa said...

Morte à UE, que tem destruído e sofocado Portugal e os portugueses há 20 anos consecutivos... Portugal fora da UE e fora das esferas de interesses de países europeus, como a espanha, reino unido,alemanha, frança...

Quanto ao iberismo... Acho que isso tem tanto de ridículo como de idiota, que nem vou gastar palavras a comentar...

 
At 12:17 da tarde, Anonymous José Fernandes said...

Morte á espanha e aos ue se dizem Iberistas.

À cães, um dia destes ainda soides linchados em praça pública.

Viva a independencia da Galiza, Euskadi, catalunha, Aragão e Astur-leão.

Morte á Espanha e a Castela.

Viva Portugal e Olivença Portuguesa.

 
At 6:31 da tarde, Blogger A Verdade Comum said...

Este José Fernandes é apenas uma porcaria de um tugazito reles. Um dos milhões de CIGANOS que habitam o que ANTES foi PORTUGAL!!

MORTE A ESSA GENTALHA COM 2 PERNAS QUE ANDA A POLUIR A NATUREZA!!!

SIM À UNIÃO!! MAS COM ESSES PORTUGUESES MORTOS!!!

SOU PORTUGUÊS, MAS ODEIO ESSA GENTE QUE OCUPA ESSAS TERRAS!!!

AFOGÁ-LOS EM MASSA!!!!

 
At 5:51 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Não desejo a morte a ningém, nem mesmo aos espanhois. Apenas Portugal tem que saír deste buraco que se chama UE, corrompido pela Espanha.

 
At 11:14 da tarde, Anonymous Anónimo said...

O Dr. Salazar, quem melhor conhecia os portugueses, disse:"os portugueses sentem-se uns pimpolhos quando têm quem trate deles". Os portugueses aderiram à UE para que esta tratasse deles. Como não deu, viram-se para Espanha. Só que esta está em crise económica, política, regional, etc, e não quer esse fardo que são os portugueses. Porque é que estes não se procuram integrar nos EUA, um país com quem Portugal tem fronteiras marítimas? Só que os americanos não vão tratar dos desamparados portugueses, e exigirão que eles trabalhem.

 
At 5:10 da tarde, Blogger xpto said...

A unica coisa positiva de espanha é ETA!!! Se é tão bom assim ser espanhol. Não percebo porque movimentos separatistas continuam vivos apesar de toda repressão esforços desesperados do governo espanhol. Para mim a Espanha é um pais tão artificial como a Ex- Jugoslavia. Se a espanha quer resolver os seus problemas:Não o faça á custa do meu país.
Quanto ao bando de idiotas que
intitulam iberistas não passam de pobres de espirito, invejosos e traidores. Gente que venderia a sua mãe para ganhar uns cobres. Esse tipo de gente não merece o chão que pisa.
Viva portugal sou branco e português com muito orgulho

 
At 11:34 da manhã, Anonymous Anónimo said...

gosto muito de ver os espanhois na cidade (rui rio dixit)

 
At 1:42 da manhã, Anonymous Anónimo said...

A Espanha vai desintegrar-se primeiro. É este o medo de Castela! Por isso é que eles tentam "camuflar" a realidade, bombardeando as pessoas com uma propaganda exaustiva ao iberismo. Aqueles que acham que Espanha é um El Dorado, recordo que é um país com uma taxa de desemprego próxima dos 18% ( sim, 18%), com uma das taxas de pobreza mais altas da UE a 15 (cerca de 21%).

 
At 2:12 da tarde, Anonymous ARPires said...

Estamos em finais do ano de 2009 e ao ler estes comentários não pude deixar de fazer o meu.
A grande maioria dos comentários aqui existentes só deixa revelar uma grande doze de racismo e xenofobia e outros ainda uma doze enorme de ignorância.
Eu sou a favor de uma Ibéria, unida na diversidade, Madrid como capital não me choca.
Barcelona não sendo capital de Espanha, não deixa de ser uma grande cidade europeia com uma projecção mundial talvez maior que Madrid, portanto!
Ser ou não ser eis a grande questão.
Pela minha experiência, vivida em Espanha, só tenho a dizer bem dos espanhóis, contudo uma união ibérica não é exactamente uma absorção de um pelo outro.
Catalães, Bascos, Asturianos, Andaluzes e Castelhanos, a estes juntamos Lusitanos e Gaélicos e aí todos formamos a Ibéria com os irmãos insulares, Canários, Madeirenses, Açorianos e Baleares e os Gibraltinos e se não se importam os Aragoneses pois não quero deixar ninguém de fora e aí podemos formar algo, com peso no mundo, quer do ponto de vista politico quanto económico.
Poderá não ser nos próximos anos, mas o futuro vai passar por algo muito parecido.
As fronteiras já se foram, as moedas também.
Já estivemos muito mais longe e eu espero uma maior aproximação, pois só temos todos, tudo a ganhar.
(Texto em baixo retirado do Auto Hoje Fórum)
Colocado por Tangas
…as nações são construídas por meio de processos políticos.
Muitos povos, com uma origem semelhante, separaram-se em diversas nações, uns durante séculos (tendo-se voltado a unir), enquanto outros ainda estão divididos em diferentes nações podemos, só na Europa referirmo-nos a estes:
Italianos: só estão unidos à pouco mais de 130 anos
Germanos: Alemanha (que só é um país á cerca de 130 anos) e a Áustria
Eslavos: tantos! Da Rússia, à Sérvia, passando por mais uns tantos países...
Escandinavos: Dinamarca, Suécia, Finlândia, Noruega e os Estado Bálticos
A Inglaterra é uma mistura de Celtas, Germânicos e Escandinavos
A França tem no Norte e Leste, fortíssimas raízes germânicas.

 
At 3:43 da tarde, Anonymous PortoExplorer said...

Respeitando todas as opiniões dos anteriores ilustres, sou um defensor do Iberismo. Não da integração de Portugal em Espanha, mas sim de dois países que se deveriam unir para reforçar a sua posição na Europa. Não abdicávamos da nossa lingua, da nossa cultura, nem de tudo o que é positivo; prescindiamos da mediocridade e do nosso negativismo, aprendendo com Espanha tudo aquilo que eles têm de bom e passaríamos, portugueses e espanhois, a ter um grande país, capaz de ombrear com França, Itália, Alemanha na liderança europeia. A Peninsula é muito pequena para ter dois países.
Imaginem as vantagens!

 
At 12:14 da manhã, Anonymous Joao EU céptico said...

Sou absolutamente contra o iberismo e não sou racista. Aliás, desprezo os comentários racistas aqui colocados.

Acho que Portugal não tem vantagem nenhuma em integrar-se em Espanha, porque perderia autonomia para fazer reformas fiscais (baixar mais o IRC), económicas (aumentar a liberdade económica) e de justiça (aumentar a transparência). Ficaria dependente do governo central de Madrid. Isso não seria bom.
Por outro lado, se Portugal fizesse parte de Espanha, o desemprego aumentaria mais que a proporção do aumento do salário mínimo para o valor de Espanha. Isso não seria bom.

Prefiro que Portugal seja uma especie de Luxemburgo, ou Lietchenstein, nada conhecidos mas muito ricos, a ser esquecido como o canto mais pobre de Espanha.

Precisamos de arrumar a casa nós próprios. Não são os outros que vão arrumar por nós.
Precisamos aumentar a liberdade económica para que a economia funcione. Precisamos de extinguir muitos dos licenciamentos exigidos para o exercicio de actividades económicas. Precisamos que se possam obter gravações como prova para aumentar a transparência da justiça e diminuir a corrupção.

Precisamos de sair da UE, porque só empata. Não precisamos de Espanha nem dos TGVs.

 
At 11:26 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Morte á espanha e a castela.

Independencia para a Catalunha, Pais Basco e Galiza.

Um dia destes estes pandeleiros traidores, grande parte deles descendentes osu filhos de espanhóis e que criam estes blogues levam um tiro nos cornos que se fodem todos.

Ponde-vos finos traidores.

Viva Portugal.

 
At 5:47 da tarde, Anonymous Anónimo said...

1. Se o iberismo se apoia na imigração portuguesa para espanha, então deve estar a pensar em integrar Marrocos. A Alemanha açambará a Turquia, os franceses ficarão com o resto do norte de África e lá voltaremos ao velho imperialismo pré-segunda guerra mundial. O iberismo está alicerçado tanto no imperialismo anarco-soviético (destruição das referências culturais para criar um homem novo, dominado por uns tantos poderosos que emergem do caos social) como no imperialismo nazi-fascista. Acabam por ser todos iguais, ou não fossem os nazis nacional-socialistas...
2. Estes gajos a quererem lamber as botas aos espanhóis e todos os povos subjugados por estes a quererem sair da Espanha. Galegos, Catalães e Bascos estão fartos do imperialismo castelhano e nós queremos ser colonizados?
Acordem para a vida.
Viva Portugal, Viva a Democracia!
AC

 
At 8:53 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Frase de Andreu Buenafuente (la Sexta): Portugal es como los cementerios, muy bonito pero nadie quiere quedarse allí......

 
At 2:28 da manhã, Blogger Nuno said...

Os Portugueses esquecem-se de uma coisinha....falam muito no termo "lusitano" e que são "lusos"..pois eu digo, que é mais verdade que somos Espanhóis do que Lusitanos.
Espanhol é todo e qualquer nativo da peninsula ibérica, quer os tacanhos queiram quer não...somos todos Espanhóis, por outro lado, lusitanos, bom...aí já tenho as minhas dúvidas de que muitos tenhamos dessa estirpe...lol, só para dar um exemplo, nunca os lusitanos habitaram terras acima do rio douro, como se pode dizer que um minhoto, transmontano ou portuense é lusitano????? Será mais correcto dizer que é galaico-duriense, por isso, as terras Galaicas abrangiam esse território a sua capital era Braga (bracara augusta), um Extremenho do actual estado Espanhol sim, esse nessa época era também lusitano, enfim...somos todos a mesma gente, vários povos dentro da grande Ibéria.....os da cantiga dos 900 anos de história, ou resumindo, os fascistas....querem fazer passar a ideia de que somos um povo restrito dentro da peninsula e de elite. Por favor sejam humildes, nós somos mais um povo da grande Ibéria, não reneguem a vossa Hispanidade, porque é isso que somos...a verdade dói, mas tem de ser dita.

 

Enviar um comentário

<< Home